Travel package

Eu viajo o mundo sempre que tenho alguma noticia. Ainda não sei bem porque, mas, não consigo deixar de me interessar neste editorial. Hoje eu fui longe, só pra saber onde anda o meu interesse que pra variar anda num lugar bonito, mas esta frio e escuro por lá. Talvez um bom vinho convenha nestes instantes. Vi um vídeo que me fez estar la por alguns segundos. Foi bom, bom demais estar tão longe e me sentir tão perto. Não sei bem se é porque ando à flor da pele, mas, estes dias eu me peguei pensando nos erros que cometi. O maior deles foi esquecer a impessoalidade na hora de escrever. Onde estarei eu agora? Nos teus olhos, cabeça ou coração? Eu queria tanto saber o que pensam da minha inspiração. É como se ela simplesmente não tivesse acabado com o afastar. Eu continuo pegando o avião toda vez que viajo, mas, estou sempre indo à Califórnia e é sempre fevereiro. Certamente um dia chegarei lá. De todos os lugares, todos,  este é o único que rouba as minhas palavras. A questão é: não tem reparo pra o que eu não fiz! Nunca vai ter!

Estou escrevendo um livro. Quero que seja um romance. Mas do jeito que me atrapalho com o amor, receio não saber transmitir bem a mensagem. Em todo caso, vou criar uma personagem, quero que ela seja temperamental. E eu queria demais que ela soubesse o que você pensa!

Comentários

As mais lidas.

Eu vou contar! - Je raconte à tout le monde!

Um carta de noel.