Postagens

Mostrando postagens de Julho, 2011

Sou só eu que continuo assim?

Desculpe, mas, ultimamente só ando pensando em você.  Como queria poder falar seu nome.  O que eu queria saber de você? Você realmente aprendeu a falar francês?  Já voltou a comer carne?  Continua abrindo as narinas sempre que se irrita? Ainda dorme sobre as pernas? Ainda quer filhos de cabelos lisos? Ainda curte fotografia? Ainda ama o Chico Buarque? Qual o próximo destino pra onde pretende viajar? Já resolveu se vai ou não casar? Já conseguiu me perdoar? Se eu pudesse hoje intimamente te dizer alguma coisa, diria:  Desculpe minha falta de maturidade. Mas, permita que eu aproveite o ensejo pra saber uma coisa: Você também sonha comigo de vez em quando ou sou só eu que continuo assim?

Perdas sem danos.

A grande questao que agora me assola é: O que dizer das dores sem perdas? E das perdas sem dor?
Lendo o blog de uma amiga querida me vi pensando... e como hoje acordei chorando uma perda de mais de dez anos (sonhei com ela), eu simplesmente me pergunto, onde esta a minha capacidade de sentir dor?