Postagens

Mostrando postagens de Agosto, 2009

Eu posso.

Eu posso ser sua doce companhia,
Tocando músicas que me tocam,
Contando histórias que alegram o dia.

Posso pensar como estar bem,
Posso correr atrás disso,
posso inclusive cuidar para ficar bem também.

Eu posso falar mil vezes
que não gosto disso ou daquilo.
posso tratar de não querer saber se com isso sou homem ou menino.

Eu posso beber a noite,
tragar o dia,
tocar com as mãos vazias as mais doces melodias.

Eu posso até cantá-las,
posso escreve-las
às vezes sussurrá-las em noites vazias.

Mas da vida não seca a fonte,
de sempre produzir alegrias,
Seja pra gente, que traz a tristeza, ou até pra a gente, que só traz alegria.